Artigos

Artigos
26 de janeiro de 2016

Câncer urológico: 5 sinais para saber como identificar

Câncer urológico: 5 sinais para saber como identificar

A orientação dos profissionais de saúde para que homens e mulheres vão ao médico e demonstrem preocupação com a própria saúde é recorrente e tem um motivo: a manutenção de uma vida saudável e o diagnóstico precoce de doenças com alta chance de cura quando descobertas antes de se tornarem graves.

Estar alerta quanto aos sinais do corpo e buscar ajuda quando se identifica que algo não está bem é o primeiro passo para garantir boas condições de saúde. A auto-observação diária do organismo é uma atitude que contribui para a descoberta de algumas doenças, como os cânceres urológicos.

Muitos sintomas podem não ser causados pelos cânceres, mas, caso sejam, o diagnóstico rápido aumenta as chances do paciente no tratamento da doença. Portanto, desconfie e consulte o urologista caso perceba em si um dos cinco sinais descritos a seguir e que podem ser indicativo de uma neoplasia urológica.

1. Presença de sangue na urina

Geralmente o sangue na urina é um sinal de infecção urinária, mas também pode ser um indicativo de câncer na bexiga, nos rins ou na próstata. Na dúvida, é melhor verificar, primeiro, se há uma infecção a ser tratada. Não sendo o caso, o médico pode investigar outras possibilidades.

2. Dor persistente e inexplicável

A dor persistente significa que algo no corpo não está bem e, por isso, não deve ser ignorada. A dor abdominal e dores na lombar estão relacionadas ao câncer de rim e a a dor na parte inferior do abdômen ou virilha, ou desconforto no testículo, ao câncer de testículo.

3. Perda de peso sem explicação

Quando os dígitos informados na balança começam a diminuir muito, sem que tenha sido feito qualquer esforço para perder peso, é preciso desconfiar. Quilos a menos, que começam a ir embora de maneira inexplicável podem representar um sério problema de saúde. Entre os possíveis, estão doenças malignas e tumores.

4. Uma ferida que não cicatriza

Três semanas é o tempo médio que uma ferida leva para cicatrizar. Caso após 20 dias o ferimento esteja do mesmo jeito, é preciso ir ao médico. Essa ferida pode ser um sinal de carcinoma. Uma características do câncer de pênis, por exemplo, é uma ferida superficial que não cicatriza ou úlcera profunda com bordas elevadas. A lesão é frequentemente encontrada na glande.

5. Febre de origem desconhecida

A febre de origem desconhecida é um problema clínico comum e definida pela temperatura corporal acima de 37,8ºC. A condição é comumente associada à presença de infecções, mas também está ligada ao câncer.

Muitas pessoas tendem a achar que sintomas como esses são triviais e, por isso, não vão ao urologista quando, na verdade, devem agir de maneira contrária e preocupar-se quando eles aparecem, inclusive marcando consulta médica para identificar e combater o que, de fato, os estiver causando. Fazer isso faz parte dos hábitos de vida saudável.