Artigos

Artigos
30 de setembro de 2015

Xixi na cama depois dos seis anos? Pode ser enurese noturna e precisar da ajuda de um Urologista

Xixi na cama depois dos seis anos? Pode ser enurese noturna e precisar da ajuda de um Urologista

O desfralde é uma importante fase do desenvolvimento infantil, e cada família encontra a melhor maneira de ajudar as crianças a compreender a necessidade de deixar de usar fraldas. Em situações normais, meninas conquistam o controle do processo fisiológico da micção aos cinco anos e os meninos aos seis. Quando esse controle não é totalmente conquistado pode ser identificado um quadro de disfunção vesical que resulta na enurese, a micção involuntária e falta de controle sobre o ato de urinar. Nesses casos a criança faz xixi na roupa durante o dia, ou enquanto dorme, e pode precisar de acompanhamento médico.

Diagnóstico depende de alguns fatores

  • Eliminação involuntária de urina durante o dia ou à noite;
  • Os episódios de eliminação involuntária de urina devem ocorrer pelo menos duas vezes por semana durante três meses seguidos. Se ocorrem menos do que dois episódios por semana, devem produzir sofrimento e prejuízo significativo no funcionamento social, escolar, ou em outras áreas importantes na vida da criança;
  • Idade cronológica, ou mental, acima de cinco anos;
  • A eliminação involuntária da urina não deve ser atribuída aos efeitos fisiológicos diretos de uma substância, ou a uma condição médica geral, tal como espinha bífida e diabetes.

A maioria das crianças fica seca entre o segundo e o quarto ano de vida, normalmente primeiro durante o dia, para logo depois conseguir permanecer seca durante a noite.

Existem quatro formas de classificar a enurese:

  • Enurese noturna: Falta de controle sobre a urina durante a noite (ou sono);
  • Enurese diurna: Eliminação involuntária de urina durante o dia;
  • Enurese primária: Quando a criança nunca permaneceu seca por um longo período de tempo;
  • Enurese secundária: Quando a criança perde o controle após ter permanecido seca por pelo menos seis meses seguidos.

Hereditariedade

As causas para a enurese envolvem o atraso da maturidade vesical, a produção inadequada de hormônio antidiurético no período noturno ou o sono muito profundo. A hereditariedade é um dos fatores mais influentes. Cerca de 60% dos pais de crianças com o problema foram enuréticos.

Resolução espontânea

De acordo com estatísticas da Sociedade Brasileira de Urologia, aos 7 anos 3% das meninas e 7% dos meninos são enuréticos. A resolução espontânea é de 15% ao ano e 99% das crianças adquirem o controle urinário perfeito até os 15 anos. A maioria das crianças tem resolução espontânea e os tratamentos medicamentosos são indicados após os 8 anos.

Urologista Pediátrico

Escapes de xixi são comuns quando a criança está sendo desfraldada, porém, com o crescimento pode se tornar um problema. A situação passa a exigir atenção quando produz efeitos psicológicos negativos, tanto para a criança quanto para os pais, que muitas vezes não sabem mais como lidar com a cama molhada, principalmente durante a madrugada. Neste caso, uma consulta com um Urologista Pediatra é indicada. O médico poderá orientar os pais, falar sobre as formas de tratamento comportamental e, quando necessário, medicamentosa.