Artigos

Artigos
27 de setembro de 2018

É bom tomar chá para pedra nos rins?

É bom tomar chá para pedra nos rins?

Será que tomar chá para pedra nos rins é uma boa opção? Essa é uma dúvida recorrente para quem sofre de cálculo renal. Entretanto, é muito importante tomar cuidado com as medicações por conta própria, já que podem acabar evitando o tratamento médico necessário para reparar o problema com maior eficácia.

Vamos conhecer mais sobre as pedras nos rins?

O que são pedras nos rins?

Cálculos se caracterizam pela formação de determinados componentes químicos que se unem na urina, levando à formação de uma massa endurecida, a qual denominamos popularmente como pedras. Na maioria dos casos, é possível que se inicie nos rins e se desloque para outras partes das vias urinárias, como ureter e a bexiga.

É importante orientar que as pedras nos rins não correspondem a uma doença única, mas à manifestação de diversas doenças que possuem em comum o aparecimento de cálculos no sistema urinário. Geralmente, estão associadas ao aumento de cálcio, aumento de ácido úrico e a diminuição de citrato na urina.

Tomar chá para pedras nos rins: é indicado?

Assim como é importante a ingestão de líquidos para expelir as pedras nos rins, os chás também estão indicados para esse processo. No entanto, é fundamental que essa prescrição seja feita por um urologista, após o diagnóstico. O médico poderá receitar os chás indicados e listar os não recomendados para o tratamento.

Chá de quebra-pedra

Quando o assunto é pedra nos rins, as crenças populares falam sobre o chá de quebra-pedra. De acordo com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), estudos demonstraram que esse chá não é capaz de quebrar o cálculo grande em pedaços menores, mas pode agir na prevenção da formação de novos.

O que acontece é que o chá impede a agregação dos cristais de oxalato de cálcio, principal componente químico dos cálculos. Assim sendo, o chá é capaz de evitar a formação de novos cálculos, atuando como prevenção, mas não como medicamento.

Além disso, o chá também impede o aumento das pedras de maior tamanho, que são responsáveis por provocar dor intensa e serem mais difíceis de serem expelidas naturalmente. Portanto, é seguro afirmar que o efeito desse chá é muito mais preventivo do que curativo, não pelo chá em si, mas pelo consumo de líquido.

Qual o tratamento ideal para as pedras nos rins?

Além da cirurgia, indicada para os casos mais severos, existem algumas opções para solucionar o problema, como o aumento da ingestão de líquidos e a utilização de determinados medicamentos, recomendados pelo especialista.

Normalmente, quando o cálculo é pequeno, é comum que sejam expelidos naturalmente. Nesse caso, os cálculos saem do rim e passam pelo ureter. Caso não seja possível removê-las naturalmente, as pedras podem ser quebradas com ajuda do laser.

De qualquer forma, o médico poderá utilizar um aparelho posicionado no ureter para visualizar, fragmentar e remover os cálculos.

LEOC

A litotripsia extracorpórea por ondas de choque (LEOC) também é um tratamento bastante utilizado e moderno para tratar os cálculos renais. Um procedimento minimamente invasivo, não necessita de incisões e é capaz de fragmentar os cálculos das vias urinárias. Esse processo acontece por meio de ondas mecânicas. É fundamental que o paciente se atente a realizar esse tipo de procedimento apenas com um urologista.

Consulte um urologista

Caso haja o diagnóstico de pedra nos rins, é fundamental que o paciente faça o acompanhamento com um urologista. Como já dissemos, dependendo da situação em que os cálculos se manifestam, a abordagem do tratamento será variável.

Por isso, é fundamental que as prescrições de um tratamento clínico sejam realizadas por um profissional de confiança. Nunca medique-se por conta própria, pois isso pode trazer complicações severas.Ainda ficou em dúvida sobre o tema? Entre em contato com a nossa equipe ou marque uma consulta para maiores informações.