Artigos

Artigos
29 de junho de 2017

Incontinência urinária masculina: quando procurar ajuda médica

Incontinência urinária masculina: quando procurar ajuda médica

Os casos de incontinência urinária masculina são menos frequentes que os femininos, mas isso não significa que merecem menos atenção. Justamente pelo fato de os homens procurarem menos ajuda médica para investigar possíveis problemas de saúde é que precisam estar mais atentos aos sinais e sintomas da incontinência, para saber quando é necessário marcar uma consulta com o urologista.

O número de casos de incontinência urinária masculina na faixa etária dos 50 anos é menor do que o registrado entre a população feminina nessa idade, mas apesar de a idade ser um predisponente para o aparecimento da doença, não é apenas em função dos anos de vida que ela surge. Há outras enfermidades que desencadeiam a incontinência, como o inchaço e o câncer de próstata, e doenças neurológicas, como o Parkinson e o Alzheimer. Existem situações em que a incontinência urinária no homem pode estar relacionada à diabetes e ao excesso de peso, que também são fatores de risco para a doença.

Ao menor sinal de incontinência urinária, o homem deve procurar um urologista, ainda mais se for recorrente ou estiver associada à dor, hematúria (presença de sangue na urina), infecção recorrente, problemas de esvaziamento e irradiação da próstata.

Principais sintomas da incontinência urinária masculina

A incontinência urinária masculina pode ser de esforço (IUE), de urgência (IUU) ou mista (é quando a IUE e a IUU ocorrem simultaneamente). A primeira é mais comum em homens que fizeram radioterapia na próstata ou a prostatectomia e a segunda, quando há inchaço do órgão ou Hipertrofia Prostática Benigna (HPB).

Incontinência Urinária de Esforço

A incontinência urinária de esforço consiste na perda involuntária de urina durante uma atividade como tossir, correr, saltar, entre outras que exigem que o corpo faça força em alguma intensidade. Em cada homem ela se manifesta de uma maneira. Parte deles podem ter perdas pequenas de urina de forma esporádica enquanto em outros a falta de controle sobre os escapes de  urina podem ser mais constantes.

O tempo de duração da perda involuntária de xixi também varia conforme o caso, podendo ser curto ou prolongado. O tratamento adequado é a melhor opção para resolver a incontinência urinária de esforço. O médico urologista é quem o prescreve após realizar os exames clínico e laboratoriais que considerar necessários para confirmar o diagnóstico.

Incontinência Urinária de Urgência

A principal característica da incontinência urinária de urgência é a alta e frequente vontade de urinar que, em muitos casos, é acompanhada pela perda involuntária de urina. Assim como a incontinência de esforço, pode ser solucionada com o correto diagnóstico e tratamento médico.

A principal indicação terapêutica para tratar os diferentes tipos de incontinência urinária masculina são não invasivas e referem-se mais a mudanças no estilo de vida, treinamento da bexiga e realização de exercícios que fortaleçam a musculatura pélvica. Por isso, a orientação do urologista é indispensável ao homem com incontinência urinária.

Fonte:

//www.tena.pt/profissionais/tipos-e-causas-da-incontinencia/incontinencia-masculina/