Artigos

Artigos

Por:
Publicado em 15/12/2019 - Atualizado 06/01/2020

Quais os segredos para ser “bom de cama”?

Quais os segredos para ser “bom de cama”?

Quando falamos em sexo, já logo nos vem à cabeça uma relação prazerosa, onde se compartilha de intimidades, carícias, afetos e diversão. Mas, o que muita gente esquece é que o sexo também é ótimo para a promoção da qualidade de vida, e está relacionada, diretamente, com a saúde sexual e de todo o nosso corpo.

Durante um orgasmo, nosso corpo libera substâncias que promovem o bem-estar, como as endorfinas, reduzindo a sensibilidade à dor, o estresse, além de melhorar o humor. E, mais do que isso, a saúde sexual também influencia na prevenção de doenças, como hipertensão e problemas cardiovasculares. Por esse motivo, ser “bom de cama” é colaborar com a qualidade de vida!

Como melhorar o desempenho sexual?

Diante de todos os benefícios do sexo, muitas pessoas buscam ter um melhor desempenho sexual. Contudo, é importante destacar que muitas soluções milagrosas (como remédios para disfunção erétil) podem ter consequências negativas no organismo. Assim, antes de consumir qualquer tipo de medicamento para performance sexual, é imprescindível consultar um urologista.

Para homens que sofrem de fimose, a cirurgia pode ser uma ótima aliada no desempenho sexual. A circuncisão permite melhor contato com a ponta do pênis e, com isso, há um aumento da sensibilidade e prazer durante o ato.

Além do mais, sexo bom é sexo seguro. Sendo assim, homens e mulheres devem estar sempre em dia com os exames de IST (infecções sexualmente transmissíveis), como testes de HIV, hepatite e sífilis. A proteção durante o sexo também evita a ocorrência de doenças urológicas, que podem ter consequências graves, se não tratadas corretamente. O ideal é sempre usar preservativo durante as relações sexuais, ter uma boa higiene íntima e procurar um médico, caso perceba alguma anormalidade física ou no seu bem-estar. 

Assim, o segredo para ser bom de cama é, antes de tudo, ficar atento aos sinais do seu corpo. Afinal, um corpo saudável é responsável por um sexo mais saudável e, consequentemente, mais prazeroso. E como essa relação não se dissocia, o sexo também traz benefícios para a saúde. Entenda, a seguir, os principais benefícios para seu corpo.

Os benefícios do sexo para a saúde

Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos, e publicada no Journal of Management, mostrou que os funcionários de uma empresa que priorizam as relações sexuais têm melhor desempenho no trabalho. Outro estudo, publicado no Journal of Health and Social Behavior, demonstrou que a prática sexual reduz o risco de hipertensão, principalmente, em mulheres da terceira idade.

Então, quando se é “bom de cama”, é possível:

1 – Aumentar a proteção cardiovascular

Esquentar o relacionamento pode ser extremamente vantajoso para o coração. Segundo a Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte, o sexo é considerado uma atividade física moderada, com aumento do trabalho cardíaco e pressão arterial. Entretanto, se você sofre com algum problema cardíaco, é importante consultar um médico, para que o prazer do sexo não traga algum problema!

2 – Alívio do estresse

Fazer sexo é um ótimo jeito para aliviar a tensão do dia a dia. Um estudo realizado na Universidade de Paisley, na Escócia, verificou que as pessoas que praticavam sexo com mais frequência, respondiam melhor a situações de estresse. Além disso, a saúde sexual ajuda a reduzir a ansiedade, melhorando o humor e o bem-estar.

No entanto, é preciso ter cuidado para não transformar o sexo em uma descarga para o estresse, pois isso o torna mecânico e obrigatório.

3 – Melhora da autoestima

A sexualidade e a autoestima estão profundamente ligados. Tanto que, em muitos casos, as queixas e sintomas sexuais podem ser expressões de baixa autoestima, com uma má relação da pessoa com o próprio corpo.

Quando nos relacionamos com alguém e fazemos sexo, não são só os nossos órgãos que praticam o ato, mas também nossas emoções, sensações e pensamentos. Por essa razão, a saúde sexual tem uma influência direta na autoestima!

Vale ressaltar que quanto mais aceitação pessoal, conhecimento do próprio corpo e do que lhe dá prazer, melhor é o desempenho sexual e as chances de uma vida sexualmente ativa. Portanto, é preciso não só ser “bom de cama” a dois, mas também a um.

4 – Melhor desempenho do sistema imune

Diversos estudos e pesquisas já comprovaram que fazer sexo uma ou duas vezes por semana colabora para melhorar o desempenho do sistema imune. Isso porque o ato sexual atua na liberação de hormônios, responsáveis pela sensação de bem-estar, o que ativa as defesas do organismo e colabora para a qualidade de vida.

Se você está buscando ajuda médica para tratar disfunções sexuais, consulte nossa equipe de andrologistas em Florianópolis

 

Material escrito por:
- Urologista - CRM 9576 RQE 6654

Dr. Jovânio é formado em medicina pela UFPel, é especialista em reprodução humana pela Unifesp. É membro da Sociedade Brasileira de Urologia e Membro da Sociedade Internacional de Medicina Sexual. Entre 2013 e 2018 foi Conselheiro Suplente do CRM-SC. Seus principais interesses são a andrologia, medicina sexual e reprodução humana.