Artigos

Artigos

Por: - Urologista - CRM 5471 RQE 1892
Publicado em 02/04/2018 - Atualizado 07/02/2019

Suplementos para ganhar massa muscular podem afetar os rins

Suplementos para ganhar massa muscular podem afetar os rins

Os suplementos para ganhar massa muscular, há algum tempo, tornaram-se uma espécie de melhores amigos das pessoas que vão à academia regularmente para, dentre outros objetivos, “esculpir” o corpo. Mas será que faz bem para órgãos como os rins processar as substâncias que compõem a suplementação?

 

Grande parte das pessoas que recorrem aos suplementos para ganhar massa muscular o fazem para acelerar um processo natural do organismo. O esforço para levantar um peso repetidas vezes, por exemplo, causa pequenas lesões nos músculos. Para restaurar o que foi danificado, as células do tecido muscular sintetizam proteínas que agem nessa recuperação. Os suplementos potencializariam esse processo e promoveriam maior ganho de massa magra.

 

Não é completamente errado utilizá-los, desde que o uso tenha indicação médica ou nutricional. E aí está o maior erro. Uma parcela das pessoas que acredita no poder dos suplementos para ganhar massa muscular o utiliza por conta própria ou por indicação de um conhecido. Dificilmente o uso é realizado sob a orientação de um profissional da saúde.

Riscos do uso de suplementos para ganhar massa muscular sem recomendação

O ideal é que uma pessoa consuma de 1 a 1,4 gramas de proteína para cada quilo que possui, diariamente. Essa quantidade é suficiente para que o corpo possa realizar suas funções e, ainda, haja o crescimento muscular. Ingerir mais proteína do que isso não gera benefício ao organismo e, ainda, pode causar problemas renais.

 

O excesso é o grande vilão, nesse caso. Pois, mesmo que se aumente o consumo de proteína, por exemplo, o organismo vai usar somente aquilo que considerar necessário para ter um bom funcionamento. Assim, a proteína que não for utilizada, terá de ser eliminada. E um dos caminhos naturais são os rins, responsáveis por filtrar os fluidos do corpo e expelir as substâncias nocivas a ele.

 

Para dar conta da “carga extra”, os órgãos precisam trabalhar mais. A sobrecarga, a longo prazo, pode resultar em insuficiência renal e pedras nos rins devido ao acúmulo de substâncias que estarão na “fila” para serem eliminadas enquanto os rins tentam dar conta de todo o processo com o “trabalho extra”.

A alimentação é a melhor solução

Tudo isso pode ser evitado com a alimentação correta. Os alimentos fornecem nutrientes mais ricos, até, que os suplementos. Além disso, eles são bem melhores para o ganho de massa muscular. Em apenas um prato de comida, com as porções corretas de proteína, carboidratos, vitaminas e afins, é possível encontrar até onze tipos de aminoácidos diferentes. A decisão é sua!

 

Material escrito por:
- Urologista - CRM 5471 RQE 1892

Graduação em Medicina pela UFSC – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis – SC (1990) Residência Médica em Urologia pelo HGCR – Hospital Governador Celso Ramos (1993) Especialização em Endourologia...   Ver Lattes