Artigos

Artigos

Por:
Publicado em 10/03/2020 - Atualizado 12/03/2020

5 hábitos que realmente previnem a infertilidade masculina

5 hábitos que realmente previnem a infertilidade masculina

A infertilidade masculina é um problema que atinge 15% dos homens, segundo um levantamento da Organização Mundial da Saúde (OMS). Embora as estatísticas sejam altas, ainda há um tabu acerca da questão, visto que muitos homens não procuram a ajuda necessária para tratar o problema.

Ouça este conteúdo:

 

Só no Brasil, estima-se que a infertilidade masculina esteja presente em 8 milhões de pessoas. As causas são inúmeras, incluindo o estilo de vida, a adoção de hábitos saudáveis para prevenção, bem como demais problemas sexuais.

Além disso, a infertilidade masculina está relacionada com a produção ausente ou de menor quantidade de espermatozoides no sêmen, devido a fatores genéticos, doenças prostáticas, disfunções hormonais e, até mesmo, câncer.

A varicocele, ou varizes nos testículos, é apontada como uma das principais causas de infertilidade masculina, com mais de 42% dos casos.

Por conta disso, se você está pensando em ter filhos, o melhor é buscar por novos comportamentos diários, bem como verificar se você está com alguma doença que possa prejudicar a produção de espermatozoides.

No post de hoje, vamos tratar dos principais hábitos que realmente previnem a infertilidade masculina. Continue lendo!

1 – Evite o consumo de álcool e drogas

O consumo excessivo de álcool e drogas (lícitas ou ilícitas) pode colaborar para a infertilidade masculina. Isso porque essas substâncias podem afetar a qualidade do sêmen, o que pode dificultar na hora da concepção.

As drogas recreativas, como a maconha, podem afetar a fertilidade masculina. O abuso da substância reduz a quantidade de espermatozoides e pode diminuir as chances de gravidez.

2 – Tenha uma boa alimentação

A OMS, o Instituto Nacional do Câncer (INCA) e o Instituto Nacional do Câncer norte-americano concordam que a boa alimentação é responsável pela saúde integral de pacientes, sendo importante para a prevenção do câncer e colaborando para evitar a infertilidade masculina.

Afinal, a presença de tumores no testículo pode ser vista como um agravante da fertilidade, especialmente quando é preciso remover um dos órgãos acometidos pelo tumor.

Além disso, alguns alimentos específicos podem ajudar no aumento da produção de espermatozoides e na qualidade do sêmen, tais como:

  • Damascos, ameixas e frutas vermelhas: ricos em antioxidantes, que fortalecem o sêmen;
  • Nozes: ricas em ômega-3, que ajuda no desenvolvimento do espermatozoide;
  • Grãos integrais: fonte de selênio, que também ajuda no desenvolvimento do espermatozoide;
  • Frutas cítricas: ricas em vitamina C, que aumenta a motilidade (capacidade de movimentação) dos espermatozoides.

Por esse motivo, ter uma dieta balanceada é uma das melhores formas de prevenir a infertilidade masculina.

3 – Praticar exercícios físicos

Segundo um estudo feito na Espanha, pelo Instituto Valenciano de Infertilidade, a prática regular de exercícios físicos de alta intensidade é capaz de melhorar a qualidade do sêmen, tendo uma influência positiva na fertilidade masculina.

Além disso, um estudo publicado na revista britânica Reproduction demonstrou que os homens praticantes de atividades físicas aumentam a contagem de esperma.

Entretanto, é necessário ter equilíbrio, uma vez que o excesso de exercícios pode ter um efeito contrário e influenciar a infertilidade masculina.

Portanto, vale a pena ter uma vida saudável, desde que você saiba como dosar os períodos de atividade intensa com descansos.

4 – Evite o estresse

O estresse também é um fator desencadeante de infertilidade masculina, ainda mais em um mundo cada vez mais frenético e corrido.

Isso porque o estresse não está somente vinculado à saúde mental, ele também desencadeia respostas bioquímicas e fisiológicas no corpo, que podem comprometer todo o organismo.

A revista Archives of Psychiatric Nursing demonstrou que homens estressados têm perda de motilidade dos espermatozoides, bem como fragmentação do DNA, baixa concentração e formato irregular das células reprodutivas.

5 – Evite o consumo excessivo de cafeína

A cafeína também pode causar infertilidade masculina. Uma pesquisa do Hospital Geral de Massachusetts, nos Estados Unidos, demonstrou que os homens que consumiam duas ou mais doses de café expresso por dia tinham mais dificuldades para conceber, mesmo na fertilização in vitro.

Mas, isso não significa que você precisa parar de beber café. O problema está no excesso.

Se prevenir contra a infertilidade masculina pode ser muito simples, com pequenas mudanças no seu dia a dia. Lembre-se também de sempre consultar um médico, especialmente se você tiver mais de 50 anos.

Quer saber mais sobre como prevenir a infertilidade masculina? Conheça o trabalho do andrologista, médico responsável pelo tratamento!

 

Material escrito por:
- Urologista - CRM 9576 RQE 6654

Dr. Jovânio é formado em medicina pela UFPel, é especialista em reprodução humana pela Unifesp. É membro da Sociedade Brasileira de Urologia e Membro da Sociedade Internacional de Medicina Sexual. Entre 2013 e 2018 foi Conselheiro Suplente do CRM-SC. Seus principais interesses são a andrologia, medicina sexual e reprodução humana.