Artigos

Artigos

Por:
Publicado em 06/08/2023 - Atualizado 06/09/2023

Como é feito o exame de estudo urodinâmico?

Como é feito o exame de estudo urodinâmico?

Na medicina, uma avaliação diagnóstica precisa é fundamental para oferecer aos pacientes os cuidados adequados. Quando se trata de problemas do trato urinário o estudo urodinâmico é um exame de bastante destaque.

Neste artigo, explicaremos o que é o estudo urodinâmico, como é realizado e suas principais indicações. Acompanhe!

O que é o estudo urodinâmico?

O estudo urodinâmico é definido como um conjunto de exames que avalia o trato urinário inferior. Por exemplo, ele avalia a capacidade da bexiga desempenhar suas funções essenciais, como armazenar e esvaziar adequadamente o volume urinário.

objetivo do estudo urodinâmico é reproduzir instrumentalmente os sintomas apresentados pelo paciente e estabelecer a correlação fisiopatológica. Dessa forma é possível identificar os fatores que contribuem para a disfunção do trato urinário.

De acordo com as recomendações da International Continence Society (ICS), esse exame consiste em pelo menos três etapas principais:

  • urofluxometria – visa medir a velocidade e a qualidade do fluxo urinário;
  • cistometria – avalia a capacidade de armazenamento da bexiga, a força das contrações e as contrações involuntárias;
  • estudo de pressão-fluxo – avalia o funcionamento do esfíncter urinário e a coordenação entre a bexiga e os esfíncteres.

Essas três etapas fornecem uma avaliação abrangente da função do trato urinário inferior, permitindo o diagnóstico e tratamentos adequados dos distúrbios urológicos.

Quando o exame é indicado?

O Estudo Urodinâmico é indicado para avaliar todas as Disfunções Miccionais, principalmente os sintomas de armazenamento (incontinência urinária) e de esvaziamento (retenção urinária). Nesse contexto, o estudo urodinâmico é recomendado para pacientes que apresentem sintomas urinários relacionados a alguns distúrbios, como:

É importante destacar que a solicitação do estudo urodinâmico deve ser feita por um profissional. O objetivo é investigar as causas dos sintomas urinários apresentados pelo paciente durante a consulta.

Além disso, esse procedimento desempenha um papel essencial na avaliação de pacientes com doenças neurológicas, principalmente as que envolvem a medula espinhal.

Como o estudo urodinâmico é feito?

O exame é conduzido em um ambiente médico, geralmente em uma clínica ou hospital. A partir desse momento, o paciente é posicionado em uma cadeira confortável que permite o acesso fácil à região a ser avaliada. Durante o procedimento, são utilizados dispositivos específicos para medir e registrar diferentes parâmetros urodinâmicos.

Inicialmente, sob anestesia tópica, um cateter fino e flexível é introduzido pela uretra para encher a bexiga e medir a pressão dentro do órgão durante todo o teste. Pequenos sensores também podem ser colocados no reto para fornecer dados adicionais. Esses sensores são conectados a um sistema de monitoramento que registra as informações fornecidas pela bexiga e pelos músculos associados.

Em seguida, o paciente realiza algumas ações específicas, como tossir, espirrar ou mudar de posição, para verificar as respostas da bexiga e do esfíncter urinário em diferentes situações. Finalizando o exame temos a micçao. Durante todo o procedimento, os dados são coletados e analisados pelo Urologista que realiza o exame.

É um exame seguro e eficaz, realizado por urologistas capacitados. Sua duração pode variar dependendo da complexidade do caso, da quantidade de testes realizados e da resposta do paciente durante o exame. Em média o estudo urodinâmico tem duração de 20 a 60 minutos.

Existe orientação para realizar o exame?

Antes de iniciar o procedimento  o paciente precisa seguir algumas orientações de preparo. Deve sempre realizar exame de urina na suspeita de infecção urinária. Se tiver qualquer suspeita de infecção urinária deve realizar o tratamento antes do exame.

Contudo, o profissional ou a equipe é quem irá fornecer as orientações necessárias para a realização do exame, incluindo as instruções pós-procedimento.

O paciente sempre deve reservar, pelo menos, uma hora para o estudo urodinâmico, considerando:

  • a preparação pré-exame;
  • o procedimento em si;
  • o pós-exame;
  • a discussão dos resultados com o médico.

Assim é possível garantir que o exame seja realizado de maneira completa e adequada, fornecendo todas as informações necessárias para o diagnóstico e tratamento.

Esperamos ter esclarecido sobre o estudo urodinâmico! A Uromed é referência estadual em Urologia e oferece serviços médicos de qualidade. Nós ajudamos nossos pacientes a alcançar uma vida saudável e livre de desconfortos urológicos.

Ainda tem dúvidas sobre o assunto? Entre em contato com a nossa equipe, teremos o prazer de ajudar.

 

Material escrito por:
- Urologista - CRM 4265 RQE 1147

Diretor Técnico na Uromed, o Dr. Waltamir Horn Hülse é formado em medicina pela UFSC e especialista em urologia pelo Hospital Governador Celso Ramos. É membro da Sociedade Brasileira de Urologia, da Associação Brasileira do Assoalho Pélvico e da International Continence Society Seus principais interesses são a uroginecologia e urologia feminina.